Total de visualizações de página

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Morre aos 69 anos o rei da música brega, o cantor Reginaldo Rossi

Ele iniciou a carreira nos anos 60, imitando o cantor Roberto Carlos.
Entre os maiores sucessos estão 'Garçom' e 'A raposa e as uvas'.


Morreu nesta sexta-feira (20), aos 69 anos, o cantor e compositor Reginaldo Rossi. O rei da música brega estava internado em um hospital no Recife. Reginaldo Rodrigues dos Santos Rossi nasceu em 14 de fevereiro de 1944 na cidade do Recife. Antes de ser músico, chegou a cursar por quatro anos a faculdade de engenharia civil e foi professor de matemática.
O "rei do brega", como ficou conhecido, começou a carreira tocando rock inspirado pelos Beatles. Na década de 60, fez parte do grupo The Silver Jets, que imitava o cantor Roberto Carlos nos bares e clubes da capital pernambucana. Mais tarde, na década de 70, largou de vez o rock, voltou sua carreira para o gênero brega-romântico e ganhou o Brasil. Chegou a fazer uma média de 25 shows por mês. Entre os maiores sucessos estão as músicas ‘O pão’, ‘Mon amour, meu bem, ma femme’, ‘A raposa e as uvas’ e, claro, ‘Garçom’, a mais conhecida do público.
Mas, mesmo com a fama, não conseguiu se eleger deputado estadual de Pernambuco, em 2010. Ao longo dos quase 50 anos de carreira, o cantor lançou mais de 30 discos. Teve também diversas canções gravadas por outros artistas de sucesso da música brasileira. Reginaldo Rossi recebeu ainda 14 discos de ouro, dois de platina, um de platina duplo e um de diamante.
G1 GLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário